Mazars associa-se a formação em Direito Fiscal Internacional

Numa pequena economia aberta como Portugal, o impacto das alterações e desenvolvimentos internacionais ao nível fiscal (veja-se, BEPS, Convenção Multilateral para Prevenir a Erosão de Base Tributável e a Transferência de Lucros – MLI) irá inevitavelmente afectar as empresas, não só na sua actividade em Portugal, mas sobretudo na sua estratégia de internacionalização.

por Sérgio Santos Pereira

Numa pequena economia aberta como Portugal, o impacto das alterações e desenvolvimentos internacionais ao nível fiscal (veja-se, BEPS, Convenção Multilateral para Prevenir a Erosão de Base Tributável e a Transferência de Lucros – MLI) irá inevitavelmente afectar as empresas, não só na sua actividade em Portugal, mas sobretudo na sua estratégia de internacionalização. De facto, sendo este último um factor decisivo para o desenvolvimento económico em Portugal, é essencial que as empresas portuguesas se preparem para os desafios que irão enfrentar no exterior.

É neste contexto que o programa de formação em Direito Fiscal Internacional disponibilizado pela Dickson Poon School of Law, um dos mais avançados do mundo no que se refere à fiscalidade internacional, permitirá actuar de forma ainda mais proactiva e criativa no aconselhamento fiscal às empresas. Este é o primeiro programa digital que a instituição de ensino lança e espera-se poder continuar a fornecer experiências semelhantes, com base em práticas avançadas e em modelos de ensino que combinem a vertente online com a vertente presencial.

in VER (15 de novembro de 2018)

Aceda ao artigo original aqui.