SIFIDE – A importância do planeamento - Boas práticas para uma candidatura de sucesso

Nos últimos anos verificou-se um interesse crescente das empresas no benefício fiscal associado ao Sistema de Incentivos Fiscais à Investigação e ao Desenvolvimento Empresarial (“SIFIDE”). O SIFIDE visa promover o investimento em Investigação & Desenvolvimento (“I&D”) pelas empresas portuguesas através da dedução à coleta do IRC de uma percentagem das despesas incorridas nesta área.

Nos últimos anos verificou-se um interesse crescente das empresas no benefício fiscal associado ao Sistema de Incentivos Fiscais à Investigação e ao Desenvolvimento Empresarial (“SIFIDE”). O SIFIDE visa promover o investimento em Investigação & Desenvolvimento (“I&D”) pelas empresas portuguesas através da dedução à coleta do IRC de uma percentagem das despesas incorridas nesta área.

Com efeito, de acordo com a informação divulgada pela Agência Nacional de Inovação (“ANI”), entidade responsável pela apreciação dos pedidos relacionados com o SIFIDE, verifica-se o aumento das candidaturas apresentadas, tendo ultrapassado as 2.000 candidaturas em 2019, com uma taxa de aprovação superior a 90%, sendo o setor da indústria o mais representativo das candidaturas apreciadas e aceites pela ANI.

Contudo, tendo em consideração o atual contexto económico e social, acreditamos que os critérios de avaliação das candidaturas ao SIFIDE poderão tornar-se mais rigorosos com impactos diretos na taxa de aprovação dos créditos concedido.

Assim, e por forma a mitigar esses possíveis impactos, a nossa equipa definiu uma estratégia que acreditamos ser diferenciadora, procurando definir a priori  um conjunto de boas práticas para uma candidatura de sucesso ao SIFIDE, as quais pretendem antecipar atrasos no processo de avaliação, e, bem assim, a maximização do benefício a atribuir.

Levantamento e registo contínuo dos dados técnicos e financeiros

i.e., monitorização contínua dos projetos através do registo dos resultados dos projetos executados no ano, bem como a afetação dos colaboradores.

A nossa colaboração poderá assentar na disponibilização de documentos de registo e, bem assim, na definição das melhores ferramentas e procedimentos de controlo.

Antecipação da elaboração da candidatura

i.e., início do processo de candidatura no decorrer do último trimestre do ano de referência, com vista a antecipar a submissão da candidatura. Assim, é possível a definição conjunta de uma estratégia de elaboração da candidatura e, bem assim, iniciar o mais brevemente possível a elaboração dos relatórios técnicos que irão acompanhar a candidatura.

Partilha de novos desenvolvimentos

i.e., a partilha pontual do estado do desenvolvimento dos projetos, tendo em vista a análise da pertinência de cada projeto para efeitos de contemplação das respetivas despesas na candidatura a apresentar.

Caso pretendam saber mais acerca da aplicação deste benefício poderão consultar a nossa brochura.

Aproveitamos também para partilhar os aspetos mais relevantes da nossa análise à proposta do Orçamento do Estado com impactos no SIFIDE.

Agradecemos a Vossa disponibilidade e atenção, apresentando a nossa inteira disponibilidade para Vos apoiar na análise do potencial deste benefício e, naturalmente, na preparação da Vossa candidatura.

Documents

Análise da Proposta do Orçamento do Estado para 2021

Análise da Proposta do Orçamento do Estado para 2021

Anexo OE 2021

Anexo OE 2021

Sifide

Sifide